As tendências e o uso do RFID no varejo

As tendências e o uso do RFID no varejo

Embora o RFID venha sendo majoritariamente utilizado no controle de estoque, outras formas de aproveitamento dessa tecnologia têm surgido. Atualmente, o RFID pode ser usado também para reconhecer o perfil dos compradores a partir de análises, para tornar a experiência de compra mais personalizada e para integrar online e offline.

Neste post, entenda mais sobre a tecnologia e conheça algumas dessas formas de uso.

O que é RFID?

Identificação por radiofrequência (radio-frequency identification, ou simplesmente RFID) é uma tecnologia que consiste em usar campos de radiofrequência para transmitir dados de uma etiqueta para um leitor.

O objetivo é identificar a localização de determinado objeto, ou até mesmo de pessoas ou animais. As etiquetas também podem ser usadas como um sensor que fornece informações sobre as condições do objeto.

No varejo, o RFID permite saber a quantidade de itens em estoque, fazendo controle para que nenhum produto falte. Assim, um atendente pode ver no computador a quantidade existente de cada item, permitindo que se planeje para enviar a mercadoria excedente de uma filial para outra, por exemplo. Da mesma forma, pode-se pedir itens que faltam na loja, solicitando-os à central de distribuição ou às outras filiais.

Mas, como dissemos, o controle de estoque não é o único uso de RFID no varejo. Vamos ver outras formas de aproveitá-lo:

Análises

O RFID permite compreender tendências de compra dos clientes. A tecnologia pode ser combinada com outras informações, associando dados do estoque com as vendas realizadas no mesmo mês de anos anteriores. Dessa forma, pode-se avaliar se é necessário aumentar os produtos em estoque.

Experiência de compra personalizada

O RFID ajuda a associar dados de estoque com informações sobre os compradores, além de histórico de compras, probabilidade de comprar novamente, e interesse em determinados itens.

Uma ideia é integrar RFID e Beacons. Ao entrar em uma loja, a pessoa recebe uma notificação por meio dos Beacons. Com os dados integrados, a loja sabe do histórico de compras dela e das mercadorias disponíveis no estoque. Você pode então sugerir produtos pelos quais a pessoa pode se interessar, enviando-os por mensagem.

Por meio das etiquetas RFID pode-se saber quais produtos a pessoa levou para o provador ou segurou nas mãos, retirando da prateleira, o que ajuda a saber mais sobre os interesses dela e dá insumos para fazer mais sugestões.

Omnichannel

O omnichannel é uma estratégia que une todos os canais de vendas utilizados por uma empresa, de modo que o consumidor não veja diferença entre o online e offline. O RFID também tem sido usado para integrar esses canais. A Arezzo, por exemplo, tem usado as etiquetas para integrar as lojas físicas e a loja virtual fazendo o controle do estoque.

E você, ficou empolgado para usar essas novidades e atrair mais clientes para o seu ponto de venda? Então conheça e entre em contato com a VTT, empresa que é referência em digitalização do ponto de venda no Brasil.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *