Por que você precisa digitalizar seu ponto de venda no varejo de moda?

Digitalizar PDV VTT

O varejo tradicional tem passado por uma grande transformação, o que inclui a indústria da moda. A digitalização transformou a maneira como os consumidores procuram e compram produtos, e grandes ecommerces de roupas, calçados e acessórios surgiram, deixando muitas lojas físicas de lado.

No entanto, não precisa ser assim. A digitalização do ponto de venda, por exemplo, é uma maneira de varejistas de moda adaptarem-se aos anseios dos consumidores atuais, sem abrirem mão do espaço físico.

Com a digitalização do ponto de venda, telas interativas, por exemplo, podem ser instaladas para o consumidor pesquisar por uma coleção, para dar sugestões de compra de acordo com o perfil de cada pessoa, dentre muitas outras possibilidades. Também é uma maneira de aderir ao omnichannel, tendência que consiste em unir os diversos canais usados pelo varejo, como lojas físicas e virtuais.

Se você trabalha no varejo de moda, conheça neste post os principais motivos para digitalizar seu ponto de venda.

Para atender às novas exigências dos consumidores

Um dos motivos pelos quais você precisa digitalizar seu ponto de venda é o fato de que comportamento dos consumidores muda constantemente: as pessoas estão consumindo em uma multiplicidade de canais, ao mesmo tempo em que esperam uma experiência excelente.

O customer experience, ou experiência do cliente, aliás, é um termo bastante atual, que consiste na percepção que determinado cliente tem de uma empresa, de forma física, emocional e racional. Ela influencia o comportamento desse cliente, construindo uma relação que pode ser positiva ou negativa e que pode levá-lo a ser um consumidor fiel.

Um bom exemplo de como a experiência do cliente foi priorizada no varejo de moda, usando a digitalização, é o da marca de acessórios Rebecca Minkoff. As 11 lojas ao redor do mundo usam tecnologias para criar uma experiência imersiva, contando, por exemplo com espelhos inteligentes, que permitem ao público navegar por outros tamanhos e produtos que podem complementar aqueles que estão experimentando.

De acordo com a marca, os espelhos têm sido responsáveis por um aumento nas vendas, com 30% dos consumidores comprando itens adicionais graças às recomendações da ferramenta. Ao contrário de outras marcas de luxo, que ainda focam em mostrar os produtos, na Rebecca Minkoff o foco é nos próprios clientes, que podem eles mesmos navegar e descobrir novos itens.

Falamos com mais detalhes sobre esse e outros case de sucesso de experiência do cliente no post Customer experience: 5 exemplos de como varejistas têm melhorado a experiência dos consumidores.

Para continuar competitivo e vender mais

Para o varejo de moda, digitalizar o ponto de venda é uma maneira de continuar competitivo no mercado. Isso pode ser feito de maneira tática e estratégica. Em primeiro lugar, usando tecnologia para melhorar a experiência do consumidor na loja física.

Depois, no longo prazo, varejistas também inovam estrategicamente olhando como podem melhorar toda o modelo de negócio, focando na experiência do consumidor.

No varejo de moda, a venda por impulso é muito importante. Por meio da digitalização do ponto de venda, pode-se estimular esse tipo de compra, mostrando produtos personalizados para o consumidor, por exemplo. Os produtos são mostrados de maneira dinâmica, ajudando a explorar o apelo visual característico desse mercado.

A digitalização do ponto de venda também diminui o tempo de espera, já que o público pode pagar por meio de autoatendimento e se entreter com outras atrações digitais disponíveis na loja.

Video wall: comece a digitalização do seu ponto de venda

Uma maneira de dar os primeiros passos em direção à digitalização do seu ponto de venda é usando o video wall da VTT. A ferramenta de sinalização digital é ótima para visualização de imagens na vertical e na horizontal e pode ajudar varejistas de moda a se manterem relevantes por meio do aumento da consciência de marca, engajamento dos consumidores e, claro, das vendas.

O video wall da VTT foi a estratégia adotada por varejistas como Shoulder, L’Occitane e Canal Concept. Visite nossa página dedicada ao video wall para saber mais e conhecer nossos cases.

Repensar estratégias é algo essencial para varejistas que querem sobreviver nesse contexto. Inovar acaba não sendo mais um extra, mas sim algo que deve direcionar as estratégias de varejistas.

Video Wall Shoulder VTT

Video Wall Shoulder VTT

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *